SOCIAL

58 produtores comercializam artigos na VII Feira da Agricultura Familiar

08/02/19  

/admin/view/noticia/img/20190211130836feira_agricultura.jpg

Entre mudas de plantas, legumes, verduras, frutas, artesanato, doces e ovos de galinha caipira, a primeira edição do ano da Feira da Agricultura Familiar aconteceu nesta sexta-feira (8/2) na praça Fausto Sales, no Centro de Caucaia. Trata-se da sétima edição do evento, que tem periodicidade mensal e acontece desde agosto do ano passado. A iniciativa é da Prefeitura de Caucaia, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SDS).

Nesta edição, participaram 58 produtores, expositores de plantas e artesões ligados a instituições que fornecem para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Os artigos disponibilizados tinham valores abaixo dos praticados no mercado regular.

Todos produtos são produzidos por agricultores familiares de Caucaia. Conforme a diretora de segurança alimentar da SDS, Joselina Maria Lima, hoje o município possui 27 produtores que comercializam com a certificação orgânica e outros 60 estão em processo de autorização. “Com o apoio da SDS, estamos com três feiras itinerantes. Estaremos na comunidade de Matões neste sábado (9/2), no próximo dia 16 no Capuan e nos dias 22 e 23 na praça do Cumbuco”, adianta.

A feira dá oportunidade para os produtores darem vazão aos artigos. Já para os clientes, a relevância é ter a oportunidade da garantia da segurança de levar um produto orgânico para casa.

Do sítio Yle Malungo, localizado na região do Coité-Pedreiras, chegam legumes, coco, manga, pimenta do cheiro e macaxeira. Alison Silva de Freiras, agricultor, tem orgulho de expor o que produz. “É prazeroso depois de um árduo a gente estar aqui vendendo diretamente para as pessoas.”
 
Também vinda de Coité-Pedreiras, dona Márcia Maria Martins relembra de quando começou a produzir doces. “Temos um gado em casa e pela manhã colhemos o leite. A cada 15 litros de leite, coloco na panela e passo quatro horas mexendo no fogo até o doce ficar na consistência que está aqui. É ótimo expor numa área central e vender.”

Plantado no início de dezembro, o feijão verde agora está no ponto para ser levado ao prato. Sem usar agrotóxico no roçado, seu Ilton Sousa dos Santos fica satisfeito quando lembra da plantação na localidade de Santa Luzia Umari, distrito de Bom Princípio. “Me sinto horado porque temos uma vez por mês onde vender. Plantamos com amor e as pessoas aqui reconhecem isso.”
 
Suelina Sousa da Silva e a mãe, dona Maria Dalva de Sousa, de origem quilombola, da Serra do Juá, há sete anos produzem banana, doce de leite, bolo e cocada. “Trazemos o que temos de melhor e mais tradicional em nossa comunidade. É uma oportunidade única para a população de Caucaia conhecer e adquirir os produtos.”